segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Filé à Francesa ReceiTita's

A primeira vez que comi um Filé à Francesa foi no Rio de Janeiro, prato bastante popular por lá!
Adorei esse  prato! Cada vez que íamos ao Rio voltávamos  à Copacabana, no mesmo restaurante em que  apreciamos  o prato pela primeira vez.
Porém, moramos  em Curitiba.  Para matar as saudades e a vontade de comer este filé delicioso só tinha um jeito: aprender a fazer!  Em Curitiba o preparo do Filé á Francesa é completamente diferente!

Com o tempo fui adaptando  o prato ao nosso gosto! Ele é rápido, simples de fazer e pode ser servido em qualquer ocasião!

Recomenda-se fazer em uma panela WOK ou frigideira grande, que possa ser servida direto à mesa!

Ingredientes:

800 gramas de filé mignon cortada em medalhões (aproximadamente 2 cm de espessura)
2 cebolas grandes cortadas em rodelas finas
2 dentes de alho
100 gramas de presunto cortado em tirinhas finas
1 lata de ervilhas de boa qualidade
Batata palha (quanto mais fininha melhor) 1 pacote médio
Manteiga
Azeite de oliva
Molho shoyu à gosto
Sal e pimenta à gosto

Grelhar  os bifes na manteiga ao "ponto menos"  e reservar.

Fritar no azeite de oliva,  com  uma colher rasa  de manteiga, as cebolas cortadas em rodelas, o alho,  até dourar, acrescentando por último o presunto cortado em tiras e um pouco (2 colheres de sopa)  de molho shoyu.   Quando tudo estiver pronto , acrescente  as ervilhas, a batata palha e recoloque os bifes  que ficaram reservados, podendo ser servido na mesma panela para manter o sabor e o calor!

Pode também ser servido direto no prato! Coloque o bife no prato e a mistura de cebola refogada com presunto, ervilha e batata palha como uma guarnição!






Antes de servir coloque  batata palha e misture com a cebola, presunto e ervilhas. É bom deixar  na mesa uma porção extra de batata palha!
Pode misturar a batata palha somente um pouco antes de servir para manter a crocância!


Pode ser acompanhado de  arroz branco !   Se for verão, uma cerveja bem gelada harmonizará muito bem com este prato!   Se estiver frio, um vinho tinto leve (pinot noir) será perfeito!


   

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Frango com Aspargos

Hoje é dia de comemorar...24 de agosto era um dia especial na família! Mas hoje  é segunda feira...e a comemoração exige um prato mais leve! Frango com Aspargos é uma delícia!

 Leve, saboroso e tem gostinho de festa!




Ingredientes:

800 gramas  de sobrecoxa desfiada (em lascas grossas)
1 cebola
2 dentes de alho
óleo
800 gramas de batata
2 colheres de nata
1/2 litro de leite
1 colher de sopa de farinha de trigo
1 colher de sopa rasa de manteiga
1 colher de chá de noz moscada ralada
1 vidro grande de aspargos em conserva
100 gramas de queijo ralado grosso
sal a gosto

Fazer em 3 etapas:


  Faça um purê de batatas e finalize com  duas colheres de nata e sal a gosto. Reserve


  Cozinhe as sobrecoxas , desfie em lascas grossas e refogue com óleo, cebola e  o alho  picados.      Reserve.


  Faça um molho bechamel derretendo 1 colher rasa de manteiga e aos  poucos acrescente 1 colher cheia de farinha de trigo. Assim que a manteiga estiver bem derretida e misturada à farinha , acrescente  1/2 litro de leite frio. Mexa até ficar cremoso. Apague,  acrescente 1 col. de chá de noz moscada , metade do queijo ralado e sal a gosto.  Reserve.

  Corte os aspargos em pedaços de aproximadamente 4 a 5 cm.


  Monte as camadas em um prato pirex refratário:

a) Purê
b) Frango desfiado/refogado;
c) Aspargos cortados;
d) Molho bechamel (molho branco)












  Termine pulverizando o restante do queijo ralado. Leve ao forno quente por 10 minutos para gratinar.  Serve 5 a 6 pessoas.



  Ficará ótimo acompanhado de uma salada de folhas verdes e um bom Vinho Branco (Sauvignon Blanc).

 

 




domingo, 2 de agosto de 2015

Bolo da Tita

Esse bolo é simples, leve...e aparentemente não tem nada de excepcional!! Mas é aquele bolo com gosto de avó...que perfuma a casa e dá água na boca!  Delicioso para tomar com café, chá ou um bom chocolate quente, esse é o bolo da Tita!  Para fazer rapidinho...e se deliciar !!

Ingredientes:

2 xícaras de açúcar
5 ovos
250 gramas de manteiga (em ponto de pomada) *
2 xícaras de farinha de trigo
1 xícara de maizena
1 copo de leite
1 colher de sopa de fermento em pó

Modo de Fazer:

Bata as claras em neve e reserve.
Bata na batedeira as gemas (5)  com o açúcar e a manteiga. Tire da batedeira e  coloque,  aos  poucos a farinha, a maizena e o leite.   Coloque  na batedeira novamente para a massa ficar bem lisa (1 minutinho) .  Por último,  coloque  o fermento e as claras (5) em neve.  Mexa devagar até misturar bem.
Unte (com margarina e farinha)  uma forma redonda (com furo  no meio e  que seja bem alta) . A minha forma tem uns 12 cm de altura.
Leve ao forno pré aquecido, por aproximadamente 45/50 minutos ou até que esteja bem dourado e cozido.    Espere esfriar um pouco para tirar da forma!

* pode amolecer em banho maria ou colocar  alguns segundos no microondas




Forma com furo no meio e 12 cm de altura


Bolo feito por Edite Munaro após a postagem! 

terça-feira, 4 de março de 2014

Cuca Ligeira ( Cozinhando com Menorah)

Cozinhando com Menorah é um livro, publicado em 1982, pelo grupo Menorah de Porto Alegre. Minha mãe ganhou o livro de uma amiga judia, que pertencia ao grupo. O livro realmente possui receitas ótimas, todas experimentadas e aprovadíssimas. Uma das receitas que a Tita fazia sempre era a Cuca Ligeira.  De fácil preparo e deliciosa. Como sempre...ela modificava algumas coisas ! A receita original levava margarina e ela substituiu por manteiga. Também não levava frutas, mas ela acrescentava bananas, maçãs ou uvas, dependendo do que tinha em casa. Todas essas opções, acrescidas de uma pitada de  canela em pó , ficam maravilhosas!
Vou postar, então,  a receita do grupo Menorah com as modificações da Tita, utilizando uvas pretas!

Ingredientes :

100 gramas de manteiga sem sal (mole/temperatura ambiente)
2 1/2 xíc. de açúcar
2 ovos
3 xíc. de farinha de trigo
1 pote de iogurte natural
1 xíc. de leite
1 pacote de fermento em pó ou 1 col. sopa cheia
1/2 kg de uvas pretas (só os gomos)

Modo de fazer:

Misture aos poucos os ingredientes, bata por 5 minutos na batedeira e, por ultimo, coloque o fermento.
Untar uma forma de tamanho médio ( 24 cm x 34 cm  aproximadamente) com manteiga e farinha. Colocar a massa, esparramar metade das uvas por cima  e colocar para assar  (forno médio 220 /230 graus) por + ou  -  30 min. , dependendo do forno.  Depois de um pouco assado colocar por cima a farofa (se colocar antes a farofa não ficará crocante) e o restante das uvas.  Veja receita da farofa abaixo:

2 colheres de manteiga
1 xíc. de açúcar
1 xíc. de farinha de trigo


Modo de fazer:      

Amassar com os dedos até formar uma farofa granulada (se quiser mais granulada coloque mais manteiga e deixe formar bolotas). Polvilhar em cima da massa com o resto das uvas.









quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Torta de Sorvete (Angela Masuero)

Com este calor , nada melhor que sorvete não é mesmo?
Nos encontros de família essa receita da " tia Angela"  é sucesso garantido! Essa receita é fácil ( a primeira vez é difícil) e o melhor...nem vai ao fogo. Só precisa fazer de véspera para dar tempo de gelar!

Ingredientes para o sorvete :

1 lata de leite condensado
5 ovos, separando as gemas das claras
2 latas (do leite condensado)  de leite
10 colh. de sopa de açúcar
1 lata de creme de leite sem soro

Faça uma gemada com as gemas e o açúcar, misture com o leite e leve ao fogo. Vá mexendo e quando bem quente adicione  o leite condensado . Mexa até engrossar. Deixe esfriar.

Em uma tigela à parte, bata as claras em neve com 10 colheres de açúcar e coloque 1 lata de creme de leite sem soro.   Depois de frio, misture os dois cremes e despeje na forma   conforme instruções abaixo.


Para a calda :

Recomendo uma forma com furo no meio e com mais ou menos 12 cm de altura.
6 colh. sopa de açúcar
9 colh. sopa de chocolate em pó
6 colheres de água

Misturar em uma tigela o chocolate em pó e a água e reservar.  Caramele a forma com o açúcar (sem água) e umas 5 gotinhas de vinagre (pode parecer estranho mas o vinagre deixa a calda mais lisinha). Logo em seguida junte a mistura de chocolate e água e mexa. Se gostar de bastante calda (eu gosto) pode dobrar as porções!


Depois de colocar o creme na forma com a calda, é só levar ao freezer de véspera. Para desenformar coloque a forma rapidamente  em banho maria ( se precisar passe uma faca ao redor da forma) e vire em um pirex redondo.



Salada com Molho de Laranja

Hoje experimentei outra salada deliciosa! Com esse calor, essa salada fica espetacular com qualquer carne grelhada acompanhada de um bom suco gelado!

Ingredientes :

Molho

4 colheres de sopa de azeite
Meia xícara de suco de laranja
1 colher de sopa (rasa) de mostarda
1 colher de sopa (rasa)  de mel
Sal a gosto (eu gosto de usar Flor de Sal moído na hora)
1 punhado de hortelã picado
4 colheres de sopa de vinagre de maçã (ou de vinho branco)

Para a salada

1 maço pequeno de alface americana
1 maço pequeno de agrião
1 xícara de melão cortado em cubos
1 manga média cortada em cubos


Para o molho, misture bem todos os ingredientes. Corte as folhas em pedaços e coloque em uma saladeira ou pirex redondo com o melão e a manga. Regue com o molho, misture delicadamente. Pode adicionar palmitos em rodelas  e croutons.     

Salada Crocante

Com este calor, tive que recorrer ao livro de receitas da Tita e procurar receitas de saladas. Achei várias e irei postando as melhores !! Essa salada é deliciosa!

Ingredientes:

1/3 de repolho roxo cortado em tiras bem finas
1/2 cenoura crua ralada no ralo grosso
3 fatias de abacaxi em calda em  cubos ou abacaxi fresco cozido em água e açúcar
1/2 lata de milho verde de boa qualidade
1/2 xícara de passas de uva (podem ser substituídas por damascos)
5 colheres de sopa de maionese
2 colheres de sopa de azeite de oliva
1 colher  de sopa de creme de leite (pode ser dispensado se quiser algo mais light)


Colocar as passas na água e deixar cozinhar por 5 minutos e esfriar .  Misturar todos os ingredientes e colocar na geladeira até a hora de servir. Fica uma delícia com croutons, que devem ser colocado na hora de servir!  

domingo, 4 de agosto de 2013

Cuca Creme

Parece Cuca, mas não é...
Parece creme mas não é....
O que é?  É Cuca  e Creme ao mesmo tempo!!! Bom demais!!
Fácil de fazer...vai bem com chá ou café!

Ingredientes

1 lata de creme de leite
1 lata de leite condensado
1 lata e meia  de leite de vaca
2 colheres de sopa de maizena
2 gemas
2 colheres de sopa de manteiga sem sal


Levar estes ingredientes ao fogo  até engrossar . Reserve o creme e faça a farofa.

Farofa 

16 col. de sopa de farinha de trigo
3 col. sopa de maizena
2 xíc. de açúcar
1 ovo inteiro
5 colheres cheias de manteiga sem sal
1 pacote de fermento ou 1 colh. de sopa de fermento em pó
1 col. chá de canela em pó

Misturar tudo com a mão para virar uma farofa

Colocar a farofa no fundo de um pirex untado   de forma que cubra o fundo ,  coloque o creme  e por cima o restante da farofa.
Leve ao forno pré aquecido por 30 minutos se for médio ou 20 minutos para forno forte ou até dourar a farofa.
Retire e deixe esfriar para servir.
Como a massa e creme são delicados não dá para servir quente!

Se achar que a quantidade de creme é demais para o seu pirex, coloque só o suficiente para encher o pirex e colocar o resto de farofa.  Com a sobra de creme você pode colocar em tacinhas e servir como sobremesa.

Uma outra opção gostosa é colocar rodelas de banana no creme  !
Para a farofa ficar mais crocante também podem ser acrescentadas nozes (quebradas)  salpicadas.










 


   

   





  

Bolinho de Batata Sem Glúten

Denise Werneck, uma amiga que é nutricionista e pesquisadora de delícias sem Glúten,  nos brindou com a receita de Bolinho de Batata da Tita  ,  numa versão sem glúten.

Ela utilizou Farinha da Schär (Mix Pan) até acertar bem a textura para que pudéssemos compartilhar com vocês.  

O glúten é uma proteína que está presente no trigo, aveia, cevada, centeio e no malte. Para os celíacos esses alimentos são proibidos!

 E,  há quem diga que os alimentos sem glúten auxiliam na perda de peso! Então vamos a essa nova, deliciosa e saudável versão do Bolinho de Batata Recheado!  

Ingredientes 

1/2 kg de batata asterix (aquela que tem a casca rosada) 
1 ovo 
sal a gosto 
5 colheres de sopa de Farinha mix  pan da Schär (você encontra em lojas de produtos naturais ou nos sites de buscas na internet) 


Modo de Preparo 


Cozinhar as batatas com sal, passar pelo espremedor 
Deixe esfriar e coloque o ovo, mexa e acrescente a farinha aos poucos, mexendo sempre.
A massa fica delicada , como a do nhoque. 
Quando estiver soltando das mãos, mas ainda um pouco pegajosa, a massa está pronta, deixe descansar por 20 minutos. 
Enquanto isso faça o recheio desejado, eu fiz de carne moída. O recheio tem que ficar bem seco, deixe esfriar. 
Pegue um pouco de massa, mais ou menos uma colher de sopa e abra na mão. Se precisar coloque um pouco de farinha na mão, molde no formato de um disco oval, coloque o recheio e feche , moldando os bolinhos. 
Em uma panela, coloque óleo suficiente, até quase cobrir os bolinhos, leve ao fogo e deixe esquentar. Frite os bolinhos. Não coloque muitos de cada vez!
Como a massa já está cozida e o recheio também, assim que dourar está pronto!
Tirar e escorrer em papel toalha. 
Rendimento: 12 bolinhos 
Ao invés de batata, também  pode ser feito com mandioca!      




terça-feira, 18 de junho de 2013

Frango ao Creme de Cenoura

Um prato leve, saboroso, nutritivo e com um visual ótimo! Meus filhos , quando pequenos, não gostavam de comer cenoura então a vó Tita colecionava receitas que incluíssem legumes....
Assim, esse prato veio pra ficar e faz parte da nossa história até hoje! É bom demais!! E o que é melhor:  possui pouquíssimas calorias!!!  Experimente!


Ingredientes: 

10 pedaços de sobrecoxa sem pele  (pode também ser feita com peito , se preferir)
4 cenouras grandes
3 colheres de sopa de farinha de trigo
100 gramas de queijo ralado
1 cebola picada
2 dentes de alho picados
1 bouquet de tomilho (que você possa retirar facilmente depois do frango cozido)
2 xícaras de água
sal a gosto



Modo de fazer: 

Coloque as cenouras para cozinhar e reserve.

Frite a cebola e o alho até ficarem transparentes, acrescente os pedaços de frango, o bouquet de  tomilho, o sal e as duas xícaras de água. Tampe a panela e deixe o frango cozinhar.  Quando o frango estiver cozido, reserve o caldo que ficou na panela,  retire a carne despedaçando-as em lascas (despreze os ossos).



 


Retire o bouquet de tomilho (ou o tempero que escolheu) do caldo e leve-o ao liquidificador com as cenouras cozidas, fazendo um creme. Acrescente as 3 colheres de sopa de farinha e metade do queijo ralado  e leve o creme de volta à panela para dar uma engrossada rápida.  Misture o creme ao frango em um pirex refratário, polvilhe o restante do queijo e leve ao forno pré aquecido (ou grill)  para gratinar.
Bom apetite!






  

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Pão de Minuto


Este pãozinho fez parte da nossa infância! Sabem como é? Chegar em casa depois de brincar muito  (naquele tempo a gente brincava na rua) e encontrar Pãezinhos de Minuto quentinhos em cima da mesa?
Não tem preço...
Com patês, geléias ou manteiga este pãozinho vai bem com tudo e é muito fácil e rápido de fazer!


Ingredientes:

100 gramas de manteiga (pode ser margarina também)
1 colher de chá de sal
1 colher de sopa de açúcar
1 ovo inteiro
1/2 xícara de leite  (125 ml)
3 xícaras de farinha de trigo
2 colheres de sopa de fermento (Royal)

Recheio (opcional) 

O Pãozinho de Minuto já é bom sem nada de recheio, mas ficará   uma delícia se rechear com  doces ou salgados como salsicha, um pedacinho de goiabada ou  presunto e queijo picados com  orégano. Enfim, você pode dar seu toque!

Misture todos os ingredientes na ordem acima, amasse com as mãos,  fazendo os pãezinhos no formato que desejar . Para colocar o recheio abra o pãozinho em círculo e feche como um se fosse um pacote,  enrolando novamente para dar o formato de pão, fechando todos as aberturas.

Sem recheios ou com recheios são uma delícia

Coloque os pãezinhos em forma untada e enfarinhada, pincele-os com gema de ovo e asse em forno pré aquecido por 20 a 25 minutos  ( após os primeiros 10 minutos baixe o forno ) .

Rende, aproximadamente, 12 bolinhos!


Para acompanhar café, chá, chocolate quente ou fazer parte de um couvert 

domingo, 26 de maio de 2013

Consomê de Abóbora

Aqui temos mais uma receita repassada pela tia Schuka!  Alguns chamam de sopa outros de consomê....o que importa é que para uma noite fria, acompanhada de um bom vinho esse Consomê  alimenta o corpo e  aquece a alma!  


Ingredientes :

800 gramas de abóbora Cabotiá ou Japonesa
1 1/2 litros de água
3 cubos de caldo de galinha ( se você fizer  o seu próprio caldo, melhor ainda! )
100 a 200 gramas de queijo gorgonzola (vai depender se é mais forte ou mais suave)
1 lata de creme de leite 
1 col. de chá de nóz moscada ralada
1 col. sopa de alho poró picado 
1 dente de alho picado
1/2 cebola picada  
Sal e salsinha a gosto

Para os pães em cubo: 
8 fatias de pão de forma em cubos (sem casca)
1 colher de manteiga ou azeite  



Modo de fazer: 


Ferva 1 litro e meio de água e desmanche os cubos de  caldo de galinha. Reserve esse caldo.  


Faça igual ao quibebe ou Mousseline de Abóbora   , cozinhe a abóbora higienizada, com casca e tudo, para facilitar. Quando cozida, descasque, corte em cubos. Refogue  a cebola, o alho, o alho poró e a nóz moscada e a abóbora, colocando o caldo quando necessário  para que que a abóbora fique bem desmanchada. 

Abóbora Cabotiá 



 Liquidifique a abóbora utilizando um pouco do caldo. Coloque tudo na panela, inclusive o restante do caldo, deixando apurar por uns 10 minutos . Acrescente o queijo gorgonzola picado e, antes de servir acerte o sal e acrescente  o creme de leite. 

Coloque em uma  frigideira 1 colher de manteiga ou azeite , acrescente   pão de forma em cubos (de preferencia sem casca) e vá mexendo até dourar. 

Obs: existem queijos gorgonzola mais fortes e mais suaves.  Se, ao colocar o queijo gorgonzola você experimentar e achar que ficou muito suave, pode colocar menos creme de leite! 




Sirva o Consomê com os pães dourados, ficará uma delícia acrescentar queijo parmesão ralado, salsinha picada e harmonizar com um azeite de oliva Extra Virgem como o monovarietal de azeitonas hojiblanca ou algum outro de sua preferência!  

E...bom apetite!







sexta-feira, 24 de maio de 2013

Rosbife ao Vinho com Musseline de Abóbora

Lembra daquela Carne de Panela acompanhada de quibebe?
Pois é deliciosa...não é?
Mas...pode ficar mais leve e saborosa acrescentando-se  vinho ao molho e surpreendendo na finalização do quibebe!

Veja só :





Ingredientes para o preparo da carne :

1 peça de contra filé limpo de mais ou menos 1 kilo

1 colher de manteiga
3 colheres de azeite de oliva

1 cebola
4 dentes de alho
2 tomates picados sem pele e sem sementes
2 col. sopa de alhó poró
1 col. sopa de pimentão vermelho
1 folha de louro
2 colheres de bacon picado
1 bouquet de tomilho  e manjericão ( pode ser também salsa e manjerona ou alecrim)
150 ml de vinho tinto (de boa qualidade) se desejar  pode colocar um pouco mais
(com vinho Syrah fica perfeito) 
1 col. sopa rasa de maisena
sal a gosto
pimenta  a gosto


Abóbora Cabotiá ou Japonesa  



Ingredientes para a Mousseline de Abóbora

1 abóbora média da qualidade Cabotiá  ou Japonesa - se fizer com outra abóbora ficará aguado
1/2 cebola média
2 dentes de alho
1 colher de sopa de cebolinha verde picada
sal a gosto
1/2  colher de sopa de açúcar
2 colheres cheias de NATA (com  creme de leite ficará bom , mas com NATA é melhor)
1 col. de cafezinho de noz moscada





Modo de fazer:

Coloque em  uma panela (de preferência de ferro) , a manteiga , o azeite e acrescente a cebola , o alho, o  alho poró e  coloque a carne  junto para fritar. Vire a peça de carne para ela dourar por igual.  Quando a carne já estiver dourada  , acrescente o   pimentão e  os tomates. Refogue em fogo baixo (15 minutos) Acrescente   o vinho e os  demais temperos  e tampe, mexendo quando necessário. Cozinhe a carne até que fique dourada por fora e rosada por dentro. Acerte o sal e a  pimenta e está pronta.

Reserve a carne em uma travessa e coe o molho em uma panela à parte ,  com  uma peneira,  apertando bem para aproveitar todo o caldo.  Leve o molho coado  ao fogo com 1 col. sopa de maisena  (antes lembre de diluir a maisena em uma xícara com água fria) para que fique consistente, porém sem engrossar.
Coloque a carne de volta na panela junto com o molho.




Aqui o molho ainda não foi coado




Preparando a Mousseline:

Como a abóbora  Cabotiá é dura faça o seguinte:

Lave a abóbora com uma escovinha  e cozinhe  mergulhada em água com casca e tudo. Quando estiver macia, descasque , corte em cubos e termine o cozimento na água até ficar no ponto de esmagar.







Refogue com cebola, alho e  a cebolinha verde,  coloque  o sal , o  açúcar e a nóz moscada. Pimenta fica ótimo para quem gosta!
Leve o quibebe ao  liquidificador e bata até ficar bem lisinho. Apure o creme um pouco mais no fogo baixo, acrescentando  a NATA antes de servir, sem deixar ferver.

Sirva o Rosbife em fatias , regando com  molho de vinho !
Pode servir a Mousseline de Abóbora à parte ou na mesma travessa do Rosbife!








O molho de vinho pode ser servido à parte para que cada um regue  sua fatia
A Mousseline de Abóbora também ficará uma delícia para acompanhar  Arroz de Carreteiro à Moda da Tita ou outras carnes vermelhas.  













sábado, 13 de abril de 2013

Alfajores Coloridos

Andando por aí, tenho visto Macarons coloridos, estampados, confeitados, enfim esses docinhos franceses que estão muito em moda são muito inspiradores! Sem falar que são uma delícia...

Então resolvi fazer uma releitura do que já temos no blog e colocar COR nos nossos  Alfajores de Doce de Leite !
Ficaram lindos! Escolhi as cores primárias, azul, vermelho e amarelo para obter um resultado bem alegre!
É  só acrescentar corante artificial para confeitos na massa,  misturar bem e..... voilá!!!     Vejam que lindos!
Dá para variar no recheio também e colocar Nutella , goiabada, brigadeiro branco com limão...  e o que mais você imaginar!

   
Para relembrar a receita é só clicar Aqui

quarta-feira, 10 de abril de 2013

Camarão Empanado (Jussara Aymone)


Essa receita foi repassada por uma prima, Jussara,  que faz maravilhas de pães e outros quitutes ! A textura dessa massa é bem leve e pode ser feita um pouco mais grossa ou mais fina.  Com esta mesma massa podemos empanar de tudo: queijo, carne de frango, peixe, fazer tempurás e o que a sua imaginação deixar...

Ingredientes:

500 gramas de camarões grandes (pistola) descascados e limpos e com rabinhos (mais ou menos 20 camarões)
1 ovo (só irá utilizar a clara)
2 colheres cheias de amido de milho (Maizena)
240 ml de água (1 xícara)
120 gramas de  farinha de trigo (1 xícara cheia)
120 ml  de óleo (1/2 xícara ) uso de girassol, mas pode ser o que você costuma usar
sal a gosto
1 colher de chá de fermento em pó

Após limpar os camarões,   tempere com  limão e sal e reserve.


Bata 1 clara em neve e ainda mexendo acrescente as duas colheres cheias de maizena, a  água e aos poucos coloque a  farinha. Mexa bem com um misturador para desmanchar os grumos. Coloque o óleo ,  sal a gosto e deixe descansar 1 hora na geladeira.
Antes de utilizar a massa, acrescente 1 colher de chá de fermento em pó.

A massa tem que  ficar bem pastosa  e, se precisar , acrescente mais farinha.

Mergulhe os camarões nesta mistura, cobrindo-os bem, deixando só o rabinho de fora.  Tendo em conta que a massa é deliciosa, você pode deixá-lo mais "rechonchudo" cobrindo com bastante massa ou deixá-lo mais leve segurando-o pelo rabinho e deixando a massa escorrer um pouco.






Frite-os em óleo bem quente. mas em fogo brando. Quando ficarem bem dourados estão prontos!


Camarões empanados com pouca massa 



Empanados com maior quantidade de massa


Foto: Jussara Aymone



Fica uma delícia  servir com molho Tártaro, Rose ou Agridoce


Comer camarão empanado  dói na consciência?  Veja aqui  quantas calorias possui cada camarão empanado!!

sábado, 6 de abril de 2013

Bacalhau na Brasa com Alho



Não encontrei a receita de Bacalhau na Brasa  nos livros da Tita,   para que eu pudesse compartilhar essa maravilha de prato com vocês. Então fiz um curso com o Chef João Luiz , do Restaurante Camponesa do Minho.  Esse restaurante é, desde 1979 , considerado o mais tradicional da culinária portuguesa em Curitiba.  

Aprendemos a fazer vários pratos, mas compartilho  aqui o Bacalhau na Brasa por ser o mais diferente e o que mais lembra minha infância quando íamos ao restaurante Galo em Porto Alegre ou  Alvaro's no Rio (ambos antiquiquíssimos). 

Feito em uma churrasqueira à carvão, é fácil e rápido de fazer e o grande segredo será  a   escolha da posta de bacalhau Veja aqui como escolher  e a qualidade do azeite Veja aqui dicas sobre os azeites .




Dicas valiosas do Chef João Luiz

-  Para obtermos 1 kg de bacalhau assado,  precisamos colocar 1,920 kg de lombo de bacalhau na brasa.

- Para bacalhau na brasa,  sempre faça um pré cozimento, colocando-o numa forma com água e levando ao fogo brando por 10 minutos somente.

- O bacalhau nunca deve ser fervido por longos períodos para que não perca o sabor e a textura. Para dessalgar faça uma primeira rega com água corrente e depois coloque-o de molho em água gelada e leve à geladeira. São necessárias , em média  6 trocas de água.

- Sempre aproveite a água de fervura do bacalhau para preparar os acompanhamentos como, batatas, arroz etc..

- Para acompanhamento, utilize de preferência a batata com casca vermelha. São mais enxutas.

- Só utilize as azeitonas como finalização para enfeitar o prato, do contrário, pode alterar o sabor do bacalhau (amargo).
   

Ingredientes:
(Para 4 pessoas)

2 quilos de lombo de bacalhau  ( Com  Macrocephalus teremos um assado mais firme e   mais seco.  Com  Gadus Morhua teremos um assado menos firme mas, mais saboroso)                                                    

8 cabeças de alho (grandes)  bem picadas

1 pimentão vermelho 
1 pimentão amarelo 
4 batatas 
1 cebola cortada em rodelas 
1 tomate cortado em rodelas
2 xícaras de azeite (ou o suficiente para regar o lombo o final do preparo) 

Como preparar:

Cozinhe as batatas, descasque e reserve.  Unte a posta de bacalhau com azeite de oliva e coloque para assar na brasa. Utilize uma grelha  de fechar (prensa o lombo) ou grelha simples, tanto faz...
Coloque primeiramente o lombo com a pele do bacalhau voltada para baixo. Deixe 30 minutos e vire para ficar mais 20 a 25 minutos.  Na mesma grelha coloque os pimentões. Assim que os pimentões estiverem murchos e meios tostados de preto, retire da grelha e, embaixo de uma torneira retire a pele. Abra o pimentão com um corte transversal e com pressão da água e das mãos retire as sementes (como se estivesse lavando o pimentão).  Corte em tiras e coloque em uma travessa para ser servido com o bacalhau.

Em uma travessa dispor o bacalhau ladeado pelas batatas, fritar o alho picado no azeite e cobrir o bacalhau e as batatas. 

No restaurante Camponesa do Minho eles servem as cebolas e tomates cortados em rodelas  como uma salada para acompanhar o prato. 
Nós, em casa, colocamos a cebola para gratinar e acrescentamos ela ainda quente à travessa. 

O Chef sugeriu servir acompanhado de um  bom vinho verde! E eu sugiro um vinho verde proveniente da casta Alvarinho.  É um vinho branco que possui  acidez  alta e marcante e combinará bem com este bacalhau! 

 

terça-feira, 2 de abril de 2013

Alfajores de Doce de Leite (Vó Elvirita)

Essa receita é maravilhosa...
Minha avó materna fazia e colocava em latas, para que os alfajores mantivessem por mais tempo a umidade e crocância...mas acho que não durava muito! Era impossível comer um só! Até porque eram pequenos!
Esses alfajores também são conhecidos como Bem Casados e utilizados como lembrancinhas em casamentos e/ou servidos ao final das recepções nas mesas de café.

Aqui estou sugerindo o recheio de Doce de Leite, em razão da Receita da Original, mas já experimentei com recheio de Doce de Goiaba e também fica delicioso!

Algumas dicas antes de passarmos à receita:

O melhor doce de leite para rechear os alfajores é o de Leite Condensado cozido, porque ele fica mais firme e não é sugado pela massa. Os doces de leite comprados prontos são mais cremosos e desaparecem  do recheio no dia seguinte!!! Além do mais, os melhores doces de leite do mercado custam , em média, R$15,00 o pote e o Leite Condensado R$3,50 (em média) a lata. Então...o melhor  Doce de Leite para o recheio é o  Leite Condensado!

Vamos à Receita:

Ingredientes:  ( use a tabela de conversão de pesos e medidas para ajudar Veja Aqui )

1 lata de leite Condensado (se quiser um recheio bem farto use 2 latas para sobrar)
250 gramas de manteiga
100 gramas de açúcar
3 gemas peneiradas
1 colher de sopa de conhaque
1 colher de chá de essência de baunilha
1 colher de sobremesa de raspas de limão
300 gramas de amido de milho (Maizena)
180 gramas de farinha de trigo
1 colher de chá de fermento em pó
1 colher de cafézinho de bicarbonato de sódio
1/2 pacote de coco ralado para dar o acabamento nas laterais dos alfajores.


Para fazer o Doce de leite de Leite Condensado:

Faça de véspera ou com antecedência em razão do cozimento e necessidade de esfriar a lata :

Coloque a(s)  lata(s) de Leite Condensado na panela de pressão com água (dois dedos de água acima da lata). Depois que a panela de pressão começar a chiar, marque 20 minutos e desligue. Está pronto!  Mas não tire da panela depressão! Deixe a panela fechada por 2 horas.. Depois deste tempo, abra a panela,  verifique se a lata já está fria e só então abra a lata!



Para fazer a massa do alfajor:

Misture os ingredientes secos (peneirados) farinha, maizena, o bicarbonato  e o  fermento e reserve.

Misture a manteiga  (em ponto de pomada - se precisa coloque 15 seg. no microondas) e o açúcar,  batendo, até   virar um creme. Acrescente as gemas (peneiradas), o conhaque, a baunilha, as raspas de limão. Aos poucos, vá colocando os ingredientes secos e misturando bem com uma colher, até que fique no ponto de poder manipular com as mãos. Ela ficará acetinada, mas não pegajosa.

Abra a massa em uma mesa  polvilhada com a maizena, o suficiente para não grudar e para que você possa esticar a massa com um rolo. Evite colocar muita farinha e/ou  maizena nesse processo, para que a massa não fique quebradiça. Peque um copinho que possua uma boca de mais ou menos 4 cm (pode ser de licor) para poder formar/cortar os discos dos alfajores.  A espessura não deverá ser inferior a 0,5 cm para que não fiquem muito frágeis....Veja Foto:





Coloque os disquinhos em uma forma untada e enfarinhada e leve ao forno baixo por mais ou menos 15 minutos. Cuidado, pois queimam rapidamente. O ideal é ficarem clarinhos na superfície e  levemente dourados ao redor.





Não retire da forma logo que retirar do forno ( é bom ter duas assadeiras para o processo). Deixe esfriar e retire , cuidadosamente as bolachinhas empilhando-as.



Com todos os disquinhos prontos, recheie CUI-DA-DO-SA-MEN-TE, unindo-os  com o doce de leite. Por que enfatizei o cuidado? Porque elas quebram facilmente....são semelhantes aos Macarons franceses!
Ficarão deliciosos se você não poupar no recheio!  




       Para rechear, coloque o doce de leite com uma espátula no meio do disco e nas laterais, sem apertar.




                         Se precisar coloque mais recheio nas laterais  após unir os dois disquinhos.




                                          Passe a lateral no coco ralado e  está pronto o alfajor !







                     
                          Ficará uma delícia para tomar com chá, café ou um espumante bem gelado!


  
 
  

domingo, 31 de março de 2013

EQUIVALÊNCIA DE PESOS E MEDIDAS - Para acabarem as dúvidas...



Excelentes  tabelas feitas pela UniRio nos auxiliam a padronizar medidas e pesos em nossas receitas!!

Confiram! 

    

PASSO A PASSO
1 Afofe e peneire ingredientes secos como farinhas, açúcar e outros, antes de serem medidos. Coloque-os cuidadosamente no recipiente de medida, sem serem medidos. Coloque-os cuidosamente no recipiente de medida, sem serem comprimidos ou sacudidos.
2 Coloque o recipiente para medir ingredientes líquidos sobre uma superfície reta e verifique o nível na altura da vista.
3 Retire da Geladeira com antecedência as gorduras sólidas como manteigas, margarinas, banhas e outras, para que sejam medidas na temperatura ambiente. Coloque no recipiente de medida, apertando para que não fiquem buracos vazios ou bolhas de ar.

Pesos e Medidas
1 Litro4 copos americanos1000 ml
1 Xícara16 colheres (sopa)240 ml
1 Colher (sopa)3 colheres (chá)15 ml
1 Colher (chá)1/3 colher (sopa)5 ml


Ingredientes (1 Xícara de chá)
Peso
Açúcar160 g
Araruta150 g
Arroz cru210 g
Amêndoas, nozes e castanhas.140 g
Aveia80 g
Banha230 g
Chocolate em pó90 g
Coco seco ralado80 g
Farinha de mandioca150 g
Farinha de rosca80 g
Farinha de Trigo120 g
Fubá120g
Maisena150 g
Manteiga230 g
Mel300 g
Polvilho150 g
Queijo ralado80 g
Uva Passa140 g


Equivalências (g)
1 litroequivale a 6 xícaras(chá) ou 4 copos
1 garrafaequivale a 3 e ½ xícaras(chá) ou 2 e ½ copos
1 copo de água comumequivale a 250 g
1 prato fundo niveladoequivale a 200 g
1 xícara (chá) de liquidoequivale a 150 g ou 20 colheres (sopa)
1 xícara de chá rasa de açúcarequivale a 120 gramas
¼ xícara de chá de liquidoequivale a 5 colheres (sopa)
1/3 xícara de chá de liquidoequivale a 6 colheres (sopa)
1/2 xícara de chá de liquidoequivale a 10 colheres (sopa)
2/3 xícara de chá de liquidoequivale a 12 colheres (sopa)
¾ xícara de chá de liquidoequivale a 15 colheres (sopa)
1 cáliceequivale a 9 colheres de sopa de liquido
1 quiloequivale a 5 e ¾ Xícaras de chá
250 g de manteigaequivale a 1 e ¼ Xícara de chá
¼ de xícara de chá de manteiga ou margarinaequivale a 4 colheres de sopa
1 xícara de chá de amendoim torradoequivale a 140 gramas
1 xícara de chá de farinha de roscaequivale a 150 gramas
1 colher se sopa de farinha de roscaequivale a 11 gramas
1 xícara de chá de coco ralado secoequivale a 75 gramas
1 xícara de chá de óleoequivale a 170 gramas
1 colher de sopa de óleoequivale a 10 gramas
1 colher se sopa de salequivale a 13 gramas
1 colher de chá de salequivale a 5 gramas
1 colher de sopa de fermento em póequivale a 12 gramas
1 colher de chá de fermento em póequivale a 5 gramas
1 xícara de chá de maisenaequivale a 120 gramas
1 colher de sopa de maisenaequivale a 8 gramas
1 colher de chá de maisenaequivale a 2 gramas
1 pitada é o tanto que se pode segurar entre as pontas de dois dedos ou 1/8 de colher


Fonte: http://www.unirio.br/gastronomiavancada/peso.htm

sábado, 30 de março de 2013

Arroz de Carreteiro à moda da Tita

Quando se prepara o Arroz de Carreteiro com o verdadeiro Charque de Campanha, é recomendável utilizar  a panela de ferro e prepará-lo de modo tradicional, ou seja:  dessalgar o charque, fritar cebola e alho, acrescentar arroz (agulhinha ou cateto) , água e acertar o sal ao final. Se não mexer o arroz, fica mais sequinho . Se ficar mexendo a arroz ficará mais molhado (impapado).   Há várias receitas dessas disponíveis na internet!

Porém, a receita que postamos aqui, é diferente! Pode  ser considerada uma "heresia" pelos Gaúchos mais tradicionalistas, mas fica deliciosa! (ou Muito Ótima como diria a Tita) .


Se faz assim:

Ingredientes:


400 a 500 gramas  de carne (charque, sobras do seu churrasco ou carne assada) cortado em cubos miúdos
1/3 xícara de óleo (uso o de girassol)
4 col sopa de azeite
1 cebola  picada
4 dentes de alho grandes (tirar miolo para evitar cheiro muito forte) picados
1 tomate sem casca e  sem semente picado
1/3 de pimentão picado
2 colheres de sopa de Alho poró picado
Manjericão, manjerona e tomilho à gosto
1/2 xícara de Polpa de tomates (eu uso Pomodoro)
1/2 xícara de bacon em cubos picado
1/2 xícara de água
Sal a gosto
1/2 xícara de queijo parmesão ralado colocar uma colher de sopa no refogado e o resto para finalizar o prato
1 xícara de arroz (cateto ou agulhinha fica melhor) pronto (já cozido e temperadinho). Se quiser que "renda" mais pode acrescentar mais arroz. 
1/2 xícara de salsinha verde picada (utilizará um pouco no preparo e um pouco para enfeitar)
4 ovos picados
Pimenta à gosto 


Modo de fazer:


Primeiro limpe a carne, retirando nervos e gorduras indesejáveis. Reserve.

Em uma panela de ferro, aqueça  o óleo e acrescente a  cebola. Deixe fritar um pouco e acrescente   o alho, alho poró, o pimentão, o bacon e então acrescente a carne picada em cubos.  Sempre com o fogo baixo e mexendo,  junte o  tomate picado e purê de tomates , os temperos (manjericão e manjerona) e a água. Deixe a tampa da panela aberta para o molho ir reduzindo e ficando grossinho, sempre mexendo. Se precisar de mais água acrescente. Se ficar muito aguado é só deixar ferver e reduzir o líquido. Acerte o sal e, quando este molho refogado com a carne   já estiver pronto e saboroso acrescente o queijo parmesão ralado, pimenta à gosto e salsa picada. Desligue o fogo, deixando a panela tampada para pegar bem o  sabor. - Todo esse processo é rápido não devendo levar mais de 15 minutos.




Pegue o arroz branco,  que deverá estar pronto,  e mexa com um garfo grande  para que fique bem soltinho.  Aqueça e vá misturando, aos poucos, ao refogado de carne. Deve ser servido logo em seguida na própria panela de ferro ou em pirex , polvilhando por cima o ovo, a salsinha e o queijo ralado.




Fica uma delícia servir com Quibebe de abóbora !



Obs: Se preferir  cozinhar o arroz com a carne , basta misturar o arroz cru ao refogado de carne, colocar água e deixar cozinhar. Leva mais ou menos 15 minutos.  Se, nas sobras do seu churrasco  também tiver sobras de salsichão, pique bem e acrescente ao molho!